COMO ESCOLHER COOKTOP E FORNO?

Imagem-blog-Cooktop-1

A principal vantagem do cooktop em relação ao fogão convencional é que o cooktop pode ser instalado em qualquer superfície plana, como a bancada da cozinha, economizando espaço no ambiente para investir em armários, por exemplo. E, com cômodos cada vez mais compactos nas construções modernas, cada centímetro poupado é valioso. Além disso, entra o quesito beleza: cooktops geralmente são muito apreciados pelo design, que confere um ar mais sofisticado à cozinha.
Veja abaixo algumas diferenças entre os tipos de equipamentos que podem ajudar você a decidir qual comprar, de acordo com o seu estilo de vida:

Cooktop a gás

Imagem-blog-Cooktop-2-(Gás)
Seja com gás encanado ou por meio de botijões, esse tipo de cooktop funciona como um fogão comum a gás e é o mais comum nas cozinhas contemporâneas. Geralmente feito de material esmaltado resistente, possui queimadores e chama viva e a tampa pode ser de inox ou vidro temperado. É o modelo mais vendido por ser adequar a diversos tipos de panelas, como cerâmica e aço inox.

Cooktop elétrico

Imagem-blog-Cooktop-3-(Elétrico)
Já o cooktop elétrico dispensa o uso de gás, evitando possíveis problemas com vazamentos; no entanto, consome bastante energia elétrica e, claro, não funciona quando há falta dela. Uma grande vantagem é que, com esse modelo, você tem o total controle da temperatura. Além disso, os controles são eletrônicos: você administra as potências e as resistências, posicionadas embaixo da mesa.

Cooktop por indução

Imagem-blog-Cooktop-4-(Indução)
Esse tipo de cooktop é o mais moderno, cujo sistema é capaz de aquecer os alimentos com maior rapidez. E, tão rápido quanto aquece, também esfria: basta retirar a panela da superfície, sendo a melhor opção para quem tem crianças em casa, evitando quaisquer riscos de queimaduras (também não é possível se queimar encostando a mão sobre o queimador!). Mas, para utilizar o cooktop por indução, é preciso ter panelas especiais, com base magnética (em aço, multicamada/fundo triplo ou ferro fundido): o calor é gerado por correntes eletromagnéticas, somente com o contato direto entre elas e a tampa vitrocerâmica. Ou seja, nada de panelas de alumínio, vidro, cerâmica ou outros itens com base de cobre ou pirex.
Dos três, o modelo mais barato e, talvez, mais prático, é o cooktop a gás (principalmente porque muitos condomínios já possuem instalação completa para gás encanado). Só é importante lembrar que, independente da sua escolha, é preciso a presença de um técnico especializado na instalação. Procure, também, somente por mangueiras (no caso do modelo a gás) regulamentadas pelo INMETRO e tomadas no novo padrão de três pintos (para o modelo elétrico). Sobre a superfície a ser instalada, consulte os manuais para entender as distâncias limite entre o cooktop e a base do móvel.
Como o cooktop não possui forno, como o fogão, também é necessário investir um tempo pensando na melhor opção para combinar com a sua cozinha e com a dinâmica que você realiza dentro dela. O bacana dos fornos de embutir é que dá para colocá-lo em um local que possibilite um melhor aproveitamento do espaço, e em uma altura confortável para o abrir e fechar da porta, sem precisar se abaixar para retirar e colocar o alimento (como acontece no forno do fogão).

Forno a gás

Imagem-blog-Cooktop-5-(Forno-a-gás)
Muito econômico, gasta pouca energia elétrica (somente para gerar faísca ou acender a lâmpada) e é mais rápido que o forno elétrico tanto para esquentar quanto para esfriar. Por isso, é considerado a melhor opção quando pensamos em pratos que necessitam de um tempo maior de cozimento.
No entanto, a temperatura dele não é tão precisa quanto a de um forno elétrico, o que requer mais cuidado com receitas rápidas e doces, que são mais delicados para assar. Esse tipo de forno também não gratina alimentos (a menos que tenha a função Grill) e necessita de mão de obra especializada para instalar (lembre-se de verificar a quantidade de saídas de gás existentes no seu imóvel; às vezes não é possível ligar forno e cooktop ao mesmo tempo).

Forno elétrico

Imagem-blog-Cooktop-6-(Forno-elétrico)
Como dito acima, o forno elétrico possui vários tamanhos e permite um maior controle da temperatura (com geração e distribuição de calor mais seguras e eficientes, assando o alimento por igual), programação de tempo com desligamento automático, facilidade para limpar e instalação mais simples: basta uma tomada aterrada (geralmente de 220 v).
Os pontos fracos são o preço mais alto, o consumo de energia elétrica – em torno de 40% a mais, se comparado com o forno a gás -, a necessidade de móvel planejado para encaixá-lo, uma maior demora para esquentar e esfriar e, claro, o incômodo de uma eventual falta de energia.
Com essas dicas, você já está mais preparado para fazer a sua escolha. Seja como for a sua cozinha, torcemos para que tudo fique do jeito que você imaginou. Depois, conte para a gente. 😉

2 thoughts on “COMO ESCOLHER COOKTOP E FORNO?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *