Financiamento de imóveis: o que mudou?

financiamento-de-imóveis

No final do mês de setembro, vários veículos de comunicação divulgaram que o Sistema Financeiro da Habitação estaria sofrendo alterações nas regras para contratação de financiamento habitacional, o que causou desânimo e até desistência de muita gente em realizar o sonho da casa própria.

Na realidade, o sistema financeiro da habitação não sofreu efetivamente mudança. As alterações nas regras de contratação foram adotadas somente pela Caixa Econômica Federal.

Os demais bancos, que também atuam como Agentes do Sistema Financeiro da Habitação, continuam operando normalmente na contratação de empréstimos para aquisição de imóveis novos e usados, com taxas bem competitivas.

Já as novas regras da Caixa – que já entraram em vigor – diminui a porcentagem financiada pelo banco federal para contratação de financiamento de imóveis usados, de 70% para 50% do valor efetivo do imóvel.

O motivo da redução no percentual de financiamento para imóveis usados, se deu exclusivamente pelo esgotamento das verbas orçadas para essa modalidade no ano de 2017, devido à grande demanda.

Para imóveis novos as regras continuam as mesmas: pelo sistema de financiamento SAC, 80% e pela tabela Price, o teto de 70% também foi mantido. Segundo a assessoria da Caixa, a porcentagem para financiamento de imóveis novos se manteve maior com intuito de aquecer a indústria da construção civil no país, que é um dos setores mais responsáveis pela geração de emprego e renda.

Uma outra mudança está relacionada à suspensão dos financiamentos intervenientes quitantes, operação em que um imóvel já financiado por outro banco é vendido para um terceiro.

As verbas destinadas a financiamentos habitacionais para 2017, foram aproximadamente 18% superiores aos números orçados em 2016. Como em setembro de 2017 esses recursos já haviam esgotado, conclui-se que grande parte da população está realizando o sonho da casa própria.

Sistema de financiamento SAC e o Price

E esses dois sistemas de financiamento, você os conhece? O SAC e o Price são os mais usados para esse tipo de operação e nós vamos te contar um pouco mais sobre eles:

SAC

sistema-de-financiamento

O Sistema de Amortização Constante é o mais utilizado na hora de contratar um financiamento, e ele consiste basicamente na manutenção da amortização, o que gera uma diminuição do valor principal na medida em que as parcelas são pagas, já que os juros são calculados com base no valor total. Ou seja, o saldo devedor decresce a partir do primeiro pagamento das parcelas, assim como os juros.

Sistema Price

financiar-imovél

Já na tabela Price, a metodologia é inversa. As prestações são constantes, a amortização e os juros são variáveis. Essa variação acontece no sentido contrário ao longo do prazo do financiamento, o que gera às vezes, parcelas um pouco menores no início, logo, a diminuição do saldo devedor só é perceptível depois que mais da metade das prestações foram quitadas.

E aí, curtiu as informações? Você acha que elas serão benéficas no final das contas? Conta pra gente! E para encontrar o imóvel dos seus sonhos, entre em contato com a Decisão Imóveis. Possuímos a casa ou apartamento que mais combina com você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *