5 riscos de comprar apartamento sem corretor

Um casal olhando para um tablet

Provavelmente você já deve ter se deparado com placas em imóveis contendo frases como “negocie direto com o proprietário”. Esses anúncios existem para aluguel e compra de apartamento.

Comprar apartamento sem corretor realmente é possível, mas será que vale a pena? Negociar um bem de alto valor agregado tanto do ponto de vista financeiro quanto do afetivo não é tão simples quanto parece, e envolve riscos.

Mostraremos, a seguir, os 5 principais riscos para você.

Um casal, e o homem apertando a mão cumprimentando outro homem

1) A pessoa que está vendendo o imóvel pode não ser o proprietário

Sem documentos originais para apresentar, o cônjuge, um filho, um sócio ou até mesmo um criminoso pode estar tentando vender o imóvel sem que o próprio proprietário tome conhecimento. Em outros casos, há pessoas que “vendem” para mais de um comprador, fraudando o acordo e desaparecendo depois.

Infelizmente, muitos golpes acontecem dessa maneira quando a pessoa tenta negociar sozinha, e não é nada difícil que alguém inexperiente ou sem as malícias do mercado caia neles.

2) O proprietário pode estar respondendo algum processo judicial sem que você saiba

Responder processos judiciais para o pagamento de multas, indenizações ou direitos de terceiros são só alguns dos exemplos. E uma pessoa que se encontra nessa situação, agindo de má fé, logo pensa em se desfazer de seus bens o mais rápido possível, dificultando o pagamento das dívidas.

O problema é que esse procedimento é ilegal, ou seja, se você compra um imóvel de alguém com esse perfil, a justiça pode anular a transação e consequentemente fazer você perder o dinheiro investido.

Um casal mexendo no computador e a mulher com um papel e lápis na mão

3) Financiamento prejudicado

Tanto para quem compra quanto para quem vende, a possibilidade de negociar um financiamento sem o amparo de uma imobiliária pode gerar dificuldades. Sem que você ou a outra parte entenda 100% como funciona o processo, ou então se uma ou ambas desejarem ter todo o dinheiro em mãos imediatamente, as etapas provavelmente irão desandar. 

Sim, etapas. Inicialmente pode parecer uma simples transação de compra e venda, mas na realidade existem vários passos que requerem uma condução precisa. Ou seja, se forem mal executados, podem significar problemas. Por isso, atenção nos detalhes é essencial.

4) Podem ocorrer problemas com os documentos

Novamente a experiência do corretor nesse ponto é de grande valia para que os contratos e documentação no geral estejam dentro dos conformes, reparando e evitando qualquer equívoco legal. Sem esse auxílio, é muito provável que você fique “perdido” entre os processos e acabe cometendo algum erro que ponha em risco a transação.  

Dificilmente uma pessoa leiga é capaz de solicitar e analisar a documentação de um imóvel de maneira correta. Ainda precisamos considerar que falsificar documentos não é uma prática incomum no Brasil.

5) Riscos ao receber pessoas estranhas para visitar o imóvel e possíveis golpes

Visitar um imóvel de um proprietário que você não conhece pode colocar em risco até mesmo sua própria segurança. Não é possível saber a verdadeira intenção da pessoa e, nas imobiliárias, existem sistemas de checagem de dados que não estão ao alcance do público em geral, o que ajuda a aumentar a segurança durante a visita.

Deu para perceber que o corretor conhece as malícias do mercado e é certeiro no aspecto burocrático da transação. Ele pode garantir a você uma negociação assertiva, vantajosa e com o mínimo de preocupações possível.

Caso ainda esteja na dúvida sobre como comprar um imóvel, preparamos para você um ebook gratuito: Guia do Financiamento: o que você precisa saber sobre financiamento de imóvel. Confira! Manter-se informado é o primeiro passo para fechar um grande negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para receber nossos conteúdos:

Agradecemos sua inscrição!