7 ruas de Belo Horizonte mais famosas

vista aerea de bh

“A minha vida é esta, subir Bahia e descer Floresta”. Essa linda homenagem do cronista mineiro Rômulo Paes desperta nos belo-horizontinos e em quem ama a capital mineira memórias vividas em dois dos lugares mais marcantes da cidade.

Só quem vive em BH ou já passou por aqui sabe dos seus encantos e histórias inesquecíveis. Cultura, diversidade, gerações e mineirices se misturam nas ruas de BH. Saiba quais são as mais famosas e por quê.

Rua do Ouro

Sabe aquela rua acolhedora e nostálgica? É a Rua do Ouro, que vai do bairro Serra ao Mangabeiras. Por lá, você encontra:

  • O famoso Bar do Salomão;
  • Pizzarias;
  • Espetinhos;
  • Padarias “de bairro” (com aquele ar de mercearia);
  • Restaurantes de comida japonesa;
  • A Escola da Serra;
  • Autoescola;
  • Um supermercado Epa;
  • Farmácia Araujo.

E muito mais! Além disso, a rua fica próxima ao Hospital Lifecenter. A Rua do Ouro é acolhedora e, ao mesmo tempo, tem tudo que você precisa.

Rua Pium-í

Quando você pensa em um dos points mais movimentados da vida noturna de BH, a Pium-í vem como uma das primeiras opções. Da Avenida do Contorno até a Avenida Bandeirantes, há opções para todos os gostos: são cerca de 1,6 mil metros. A rua Pium-í abrange três bairros famosos de BH: Cruzeiro, Anchieta e Sion.

Rua da Bahia

“Eu conhecia a Rua da Bahia quando ela era feliz. Era feliz e tinha um ar de importância que irritava as outras ruas da cidade”, já dizia Carlos Drummond de Andrade, sob o pseudônimo de Antônio Crispim, em texto publicado em 23 de abril de 1930, no “Minas Gerais”, diário oficial do estado.

Surpreenda-se com a variedade de locais da querida Rua da Bahia:

rua da bahia em belo horizonte

Rua do Amendoim

Se você perguntar pela Rua Professor Otávio Coelho Magalhães é provável que pouca gente conheça. Mas, se quiser saber da Rua do Amendoim, fica fácil! Sua mística é conhecida nacionalmente, e não à toa! Ela é considerada um ponto turístico de BH!

Tudo porque uma ilusão de ótica faz parecer com que os carros em ponto morto subam o morro, ao invés de descer. O folclore diz que a causa do fenômeno está nos depósitos subterrâneos de minérios imantados, capazes de atrair os veículos.

Se ainda não conhece, vale a pena passar por lá (bairro Mangabeiras), só toma cuidado pra não se perder na hora de subir ou descer!

imagem da rua do amendoim em belo horizonte

Rua Alberto Cintra

O Bairro União, Região Nordeste da capital, ficou famoso pela rua Alberto Cintra, que abriga diversos bares e restaurantes, em mais de quatro quarteirões. A movimentação noturna por lá é garantida de quinta a domingo, e chama atenção pela variedade gastronômica. Com um ambiente aconchegante e, ao mesmo tempo, movimentado, tem opção para todos os gostos: família, solteiros, casais, amigos e colegas de trabalho.

Rua Sapucaí e Rua Paraisópolis

Como não falar do nosso querido bairro “Santê”? A Rua Paraisópolis recebeu uma placa alusiva aos 30 anos do movimento musical contemporâneo mineiro, como parte das comemorações do centenário da cidade. O Clube da Esquina nasceu no início dos anos 60, no bairro boêmio de Santa Tereza, em Belo Horizonte, onde jovens músicos começaram a se encontrar nas esquinas do local para produzir um som inovador.

A Rua Sapucaí abriga diversidade, gastronomia e diversão. De bares alternativos a locais inspirados na cultura latino-americana, essa rua também traz alusão ao carnaval de BH, onde blocos como Corte Devassa escolheram para a concentração da folia.

imagem da rua sapucai em belo horizonte

E aí, qual rua de BH marcou a sua história? Qual você mais ama? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro das principais novidades e conteúdos que criamos especialmente para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para receber nossos conteúdos:

Agradecemos sua inscrição!