COMO SABER SE O VALOR DO ALUGUEL ESTÁ JUSTO?

homem ilustrando uma estatística

Atrelar um valor de aluguel relativamente baixo a um imóvel que atenda a todos (ou quase todos) os requisitos de quem quer morar com conforto pode ser um desafio. Vamos supor, por exemplo, que você encontrou o apartamento ou casa que tem tudo a ver com as suas expectativas, mas está em dúvidas se o aluguel está sendo cobrado honestamente. Você parou para reparar se outros imóveis semelhantes a esse, no mesmo bairro, possuem valores muito diferentes? Pois saiba que esse e outros aspectos devem ser levados em consideração para se chegar a alguma conclusão.

A regra que costumava circular é que o valor do aluguel deveria ser 1% do valor do imóvel, mas é  uma lógica que vem caindo em desuso devido às transformações sofridas pelo mercado imobiliário nos últimos anos. Hoje, é mais comum pensar que esse percentual esteja entre 0,5% e 1%; por exemplo, se o imóvel custa 100.000 reais, o aluguel pode custar até R$ 1.000,00.

Mas isso serve só para dar uma noção sobre o assunto, já que, na prática, a lógica imobiliária segue tamanho do imóvel, idade, conservação, localização, acabamento, número de cômodos, vagas de garagem, lazer, etc. Por isso, dê uma olhada nas nossas dicas para tentar entender se o valor do aluguel daquela casa ou apartamento que você está procurando é justo:

lupa maximizando moedas

Faça uma pesquisa em lugares próximos

É simples: veja o quanto estão cobrando nas redondezas de onde está o imóvel-alvo. Selecione aqueles com metragem, número de dormitórios, área externa (quando houver), etc. parecidos e faça comparações. Para ficar mais fácil, faça uma busca na internet.

Preste atenção na mobília

Imóveis mobiliados possuem, naturalmente, aluguéis mais caros que os outros (em torno de 20 a 30% a mais).

Onde o imóvel está localizado?

Dois imóveis em um mesmo bairro podem, sim, ter preços de aluguéis bem diferentes. Isso porque é preciso levar em consideração de que pontos eles estão próximos: vias de acesso de ônibus e metrô, estrutura comercial, supermercados, padarias, parques/lazer, etc. Até a posição do imóvel em relação à rua – se está em declive ou não – e se a vizinhança é calma ou ruidosa influenciam nesse valor final!   

maquete de uma casa, moedas e calculadora

Velho ou mais novo?

Apartamentos e casas antigos exigem mais manutenção e, portanto, fazem com que o aluguel seja mais barato. Ou seja: quanto mais novo o imóvel, mais caro será o aluguel.

Além disso, a conservação dele e do condomínio (quando é o caso) contam muito, como tipo de acabamento e revestimento, histórico de reformas, estrutura de lazer, acessibilidade, circuito de TV interno, etc. Fique atento se tudo funciona bem; afinal, não é justo pagar um valor de aluguel mais alto por itens que não atendem como deveriam.

Uma boa imobiliária faz a diferença

Prefira escolher entre imóveis cadastrados em uma imobiliária experiente – como a Decisão Imóveis -, que possui profissionais capacitados para fazer medições com base nas normas da ABNT e do Cofeci (Conselho Federal de Corretor de Imóveis), que acompanham o valor do metro quadrado das regiões, que entendem profundamente do mercado e sabem chegar em valores de aluguel justos. Assim, fica muito mais fácil começar uma negociação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para receber nossos conteúdos:

Agradecemos sua inscrição!