O que você precisa saber sobre financiamento de imóvel

pessoas analisando uma planilha

Financiar um imóvel pode ser algo que venha a dar muita dor de cabeça para aqueles que não sabem como funciona, não é mesmo? São tantas as variáveis, perspectivas, tendências e momentos, que dá pra ficar totalmente perdido!

Só pra se ter uma ideia de como as coisas mudam, os especialistas do setor imobiliário já dizem que o pior momento da crise já passou.

E é para você se situar nesse universo, que separamos 5 dicas de ouro para você dar o primeiro passo em direção ao financiamento do seu imóvel, com toda a segurança que você precisa. Veja só.

calculadora e estatísticas

É possível ter o crédito antes mesmo do imóvel

Você consegue entrar com o pedido de financiamento antes mesmo de encontrar o imóvel. Após o pedido aprovado, você recebe uma “carta de crédito” e já tem o dinheiro na mão para adquirir o imóvel.

O valor da prestação não pode ser superior a 30% da renda.

Seja a renda individual ou familiar, o valor mensal da prestação do imóvel não pode ultrapassar o valor de 30%. Preparamos um artigo especial ensinando você a calcular esse valor.

Atenção aos 30% se você financia outros bens

Na hora de avaliar a sua renda para um possível financiamento imobiliário, os bancos levam em consideração outros financiamentos feitos em seu nome, como carro ou quaisquer outros bens de consumo incluídos no cadastro único do Banco Central.

Se eles constatarem que o valor total dos financiamentos ultrapassa os 30% da renda total, conforme falamos acima, pode ser que você não receba uma aprovação.

Por outro lado, para facilitar a vida dos mutuários, os bancos permitem compor a renda de um financiamento por até duas pessoas da família. O Banco do Brasil e o HSBC, por exemplo, permitem até cinco pessoas.

Compare as condições dos bancos

Antes de fechar com um banco, vá em pelo menos mais dois e compare as propostas. Mesmo a Caixa sendo referência, os bancos privados podem acabar oferecendo condições mais atraentes, sobretudo para seus correntistas. Pesquise antes de bater o martelo!

corretor entregando as chaves do imóvel

Aumentar o prazo pode ser uma opção

Para aqueles que precisam de prestações menores para conseguir pagar, a melhor opção é estender o número de parcelas. Fato é que isso irá aumentar o valor total a pagar pelo imóvel, mas, em alguns casos, pode ser a única solução viável para se adquirir a casa própria.

A idade afeta o valor das prestações

Para quem está pensando em financiar um imóvel, é bom saber: segundo a legislação atual, a idade limite para pagamento da última parcela do financiamento é de 80 anos e 6 meses. Ou seja, a partir dos 45 anos e 6 meses, a matemática para o tempo de financiamento é a seguinte: (80 anos e 6 meses) – (sua idade atual) = tempo máximo de financiamento.

Agora, mãos à obra!

Depois de todas essas dicas, certamente você já adquiriu um ponto de partida nesse universo do financiamento. Mas se você ainda precisa saber mais, não se preocupe! Preparamos um e-book gratuito e completo com tudo que você precisa saber sobre financiamento de imóveis. Um guia atualizado e exclusivo para você baixar de graça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para receber nossos conteúdos:

Agradecemos sua inscrição!