tipo-de-vizinho
QUIZ

QUE TIPO DE VIZINHO É VOCÊ?

Continue reading

obra em apartamento
Decoração

REFORMA EM APARTAMENTO ALUGADO: COMO FUNCIONA?

Morar em um lugar que seja a nossa cara pode ser uma realização pessoal e tanto. Mas e quando o imóvel não é nosso, como um apartamento alugado, é possível alterá-lo e realizar reformas?

Primeiramente, quando o inquilino está pagando o aluguel, ele tem tanto o direito de utilizar o imóvel para viver (ou para servir de comércio) quanto o dever de conservá-lo eficientemente. Isso significa que, caso ele tenha intenções de fazer quaisquer reformas (como trocar piso ou instalar ar condicionado), o ideal é comunicar ao locador antes de assinar o contrato, para que possa haver uma negociação. Tudo deve estar descrito em documento. Mas, se a necessidade de reforma ocorrer após o contrato assinado, é preciso uma análise por parte do proprietário.

DIREITOS, DEVERES E A LEI

Basicamente, enquanto o inquilino precisa manter o imóvel conservado sempre (como mencionamos), é dever do locador entregá-lo em boas condições, além de mantê-las durante o período de locação, como esclarece o artigo 22 da Lei 8.245 de 1991, conhecida como Lei do Inquilino. Este, aliás, tem todo o direito de receber um documento com descrição detalhada do estado do imóvel, no momento de sua entrega, incluindo eventuais defeitos. No entanto, se aparecer algum dano na edificação durante a ocupação no apartamento ou casa (como problemas na rede elétrica ou hidráulica, esgoto, telhado, etc.), o inquilino deve comunicar imediatamente ao locador – responsável por esse tipo de reforma, chamada de reforma estrutural.

FAZENDO MELHORIAS

Melhorias são as alterações advindas de preferências pessoais do inquilino, como pintar paredes, trocar pisos, marmoraria, móveis, etc. Nesse caso, o proprietário do imóvel pode ou não aceitar financiá-las. É importantíssimo comunicá-lo, com autorização por escrito ou não, já que qualquer benfeitoria realizada sem autorização resulta em infração contratual. Evite problemas!

O essencial, afinal, é ao fim do período de locação você conseguir entregar o imóvel ao locador do jeito que o recebeu. Portanto, caso não haja negociação sobre descontar o valor da reforma que você deseja fazer no aluguel, por exemplo, fuja de obras mais complexas ou que vão precisar de muito trabalho e dinheiro para voltar ao original.

Pensando nisso, separamos algumas dicas e sugestões do que pode ser feito e desfeito com facilidade e que não altere tanto o imóvel:

chuveiro ligado

Trocar chuveiros: se você quiser colocar chuveiros elétricos mais modernos ou substituir as duchas, é possível. Basta ter em mente que, ao entregar o imóvel, será preciso reinstalar os que estavam antes, a menos que o proprietário autorize deixar os novos.

casal pintando o apartamento

Pintar paredes: fácil de executar e ainda dá outro clima para o cômodo. Quer saber quais as cores ideais para o seu imóvel? Leia nosso post sobre tons que trazem tranquilidade para o ambiente. 

casal pintando uma parede

Aplicar papel de parede e adesivos: essa é mais uma opção prática para mudar o visual do seu imóvel alugado. Para retirá-los não é preciso tanto esforço: é só lixar a parede, removendo a cola restante, e refazer a pintura.

casal com uma furadeira

Fixar quadros e prateleiras sem furar a parede: para evitar depois tapar os buracos da parede feitos pelos parafusos e repintar a parede, opte por colocar quadros e prateleiras com fita e prendedores adesivos específicos.

mulher trocando lâmpada

Trocar lustres e lâmpadas: lustres industriais, trilhos e outras luminárias com design diferenciado dão um outro ar para o cômodo. Coloque-os sem problemas: basta, depois, reinstalar os originais.

1200x628-px

Continue reading

POST-1
qualidade de vida

CUIDADOS AO DEIXAR O IMÓVEL SOZINHO

Vai viajar ou apenas se ausentar e deixar sua casa ou apartamento vazio? Fique atento à segurança do imóvel durante a sua ausência e considere essas dicas importantes:

ICON 1.Deixe as luzes desligadas, salvo aquelas que você quer como medidas de segurança a fim de espantar ladrões. Considere colocá-las em temporizadores variáveis.

POST-4

ICON 2. Peça para um vizinho de confiança guardar as correspondências para você.
ICON 3. Verifique se há alguma conta a ser paga no período em que estará fora e deixe tudo em dia.
ICON 4. Se você mora em casa, desligue a campainha: assim, ficará a dúvida se há alguém lá dentro ou não.
ICON 5. Desconecte aparelhos e objetos que usem eletricidade, como computadores, TVs e máquinas de lavar. Desligue os disjuntores, exceto os de sistemas de alarme e de geladeiras: jogue fora produtos perecíveis e outros que irão vencer durante a sua ausência. Não queremos voltar para casa e encarar comida estragada, certo? Isso inclui retirar o lixo e colocar para fora.

POST-3

ICON 6. Em hipótese alguma deixe chaves extras embaixo do capacho ou em outros locais de fácil acesso, como vasos de plantas. Prefira deixá-las com alguém de confiança, também responsável por guardar suas informações de contato e números de telefone de encanador, eletricista ou outros serviços que possam ser necessários durante sua viagem.
ICON 7. Para evitar vazamentos, desligue o registro de gás e água (a menos que você possua um sistema de irrigação automático ou piscina, por exemplo). O que nos leva ao próximo item:
ICON 8. Se você tem uma piscina, lembre-se que a bomba deve continuar funcionando; assim, ela não desenvolve algas e nem fica com a água verde.
ICON 9. Se for o caso, notifique a companhia de segurança ou o vigia de rua sobre sua viagem.
ICON 10. Cheque todas as fechaduras com antecedência e, se necessário, repare-as para reforçar a segurança.

POST-2

ICON 11. Por fim, uma atenção especial aos banheiros, que podem provocar manchas e odores desagradáveis: antes de viajar, despeje meia xícara de cloro no vaso sanitário e nos ralos.

        Tomando cuidados como esses, você tem tudo para sair e deixar sua casa sem preocupações.

 

728x90

Continue reading

sala decorada
Decoração

DECORAÇÃO ESCANDINAVA: TENDÊNCIA PARA 2017

 Você já ouviu falar na Escandinávia, certo? Ela é uma região mais ao norte da Europa, abrangendo a Noruega, Suécia, Finlândia e Dinamarca, que inspirou esse estilo de decoração ainda no século passado, cujo conceito principal é borrifar cores em um ambiente essencialmente neutro. Combinando o tradicional com o moderno, o estilo escandinavo mesclou as características marcantes dos artesanatos e paisagens regionais, sendo influenciado pelo desenhista Carlo Larsson dentro do design de interiores.       

modelos de decoração de uma sala

Simplicidade, minimalismo, sobreposição de texturas, elementos envelhecidos e cores pontuais. Esses são os atributos principais desse tipo de decoração, que é tendência para 2017 e já faz parte de vários projetos.

Leve o escandinavo para a sua casa

O importante é aproveitar a pegada básica do estilo para deixar seu ambiente aconchegante e gostoso. Para quebrar o branco, cor muito usual para fazer as pessoas relaxarem, use a criatividade e monte composições com almofadas coloridas e estampas (dica: o verde escuro também vai bombar neste ano!), mantas, livros e acessórios de decoração.  

Outra aposta é juntar móveis contemporâneos e minimalistas com móveis retrô: esse contraste pode ser bem explorado junto de luminárias diferentes em um mesmo cômodo, com objetos em cerâmica, lã, vidro, madeira e pedra. Sabe o que pode ficar legal? Pendurar lâmpadas por um fio e, ao invés de pregar quadros na parede, deixá-los encostados na parede, já que essa sensação de que a pessoa acabou de se mudar para o imóvel faz parte do estilo escandinavo. Mas atenção para a organização: criar um ambiente despojado é a ideia, desde que não fique bagunçado para não quebrar o efeito de aconchego. Ou seja, excessos não são bem-vindos: priorize a livre circulação dos ambientes usando itens compactos e funcionais.  

exemplos de decoração de sala

 

lustres e sofá

E aí, já se inspirou com todas essas fotos incríveis? Anote ideias da decoração escandinava para por em prática na sua casa e deixe-a super moderna e agradável de se morar. 😉   

1200x628-px (1)

 

Continue reading

pessoas olhando um apartamento
comprar um imovelFinanças

O que é necessário para fechar uma compra de imóvel?

Vamos lá: você está mesmo decidido a comprar o imóvel que é a sua cara e se realizar. E agora?

Bom, pode parecer uma dica bem óbvia, mas saber escolher o imóvel no que diz respeito ao seu espaço, localização, tempo de construção, valorização, etc. é essencial. Pense no valor em dinheiro que você tem: é possível comprar o apartamento ou casa que você escolher, mantê-lo após isso, e ainda viver confortavelmente sem comprometer qualquer outra reserva financeira?

casal sentados fazendo uma análise

Depois dessas reflexões, a parte prática: existem despesas próprias de um processo de compra de imóvel que envolvem documentações como escritura, financiamento (caso você pretenda dar uma entrada e pagar as mensalidades restantes), certidões e outros itens. Ou seja: planejar-se é a primeira e uma das principais preocupações no processo de fechar a sua compra.

Quanto à outra parte da negociação, é interessante procurar o Cartório de Registro de Imóveis para saber se o dono do imóvel é realmente a pessoa com quem você está em contato. Afinal, só é dono do imóvel quem o registro certinho no cartório, o que significa que, se você comprá-lo de alguém que não é dono, não conseguirá registrá-lo em seu nome.

corretores apresentando um imóvel

Outra adversidade que pode ocorrer é se o proprietário atual tiver algum problema com a Justiça, como processos de dívidas que podem requerer o imóvel como pagamento, o que comprometeria totalmente a sua compra, não é? Por isso, para evitar quaisquer empecilhos, o ideal seria exigir alguns documentos específicos do vendedor que comprovem sua honestidade, por assim dizer.

Mas se você por acaso estiver achando meio complicado, não precisa se preocupar: você pode contar com o auxílio de uma imobiliária que entende tudo (tudo mesmo) do processo de compra e venda de um imóvel, como a Decisão Imóveis, para fazer com que a negociação inteira esteja dentro dos conformes. Neste e-book abaixo, aliás, a gente conta em detalhes todas as vantagens que você pode ter ao comprar seu apartamento ou casa junto de um corretor experiente.

E não se esqueça de trocar ideias conosco: fique à vontade para comentar, clicando no ícone do balão!

LANDING-PAGES-600px_2 (2)

Continue reading

cão em meio a família
Condomínio

ANIMAIS EM CONDOMÍNIO: NÃO VALE PROIBIR

Os números surpreendem: segundo pesquisa do IBGE, o Brasil está em 4º lugar como o país que mais tem animais de estimação, somando mais de 130 milhões. É certo que cães, gatos e passarinhos são mais do que bichinhos para fazer companhia: eles muitas vezes passam, na verdade, a serem vistos e tratados como membros da família. Além disso, é cientificamente comprovado que conviver diariamente com pets é saudável e ajuda a combater a depressão. Mas e quando mantê-los em casa pode virar dor de cabeça entre você e os moradores do seu condomínio?

mulher brincando com um gato

É comum ouvirmos falar de casos de pessoas que bateram boca com condôminos e mesmo com o síndico do prédio onde moravam, por esses últimos não aceitarem sua presença ou por criarem imposições constrangedoras para os donos. Mas já podemos ficar tranquilos e dar adeus às convenções antigas: assim como a Lei 4.591/64 – artigos 19 e 1.277 do Código Civil, a Constituição Federal – lei soberana no Brasil – não proíbe animais dentro de apartamentos e casas. Não existe nenhuma cláusula que restringe essa prática.

Hoje, o condômino possui todo o direito de usufruir de sua unidade no condomínio com exclusividade, o que inclui ter um pet; porém, claro, desde que o animal não incomode os outros moradores no que diz respeito ao sossego, saúde e segurança coletivos. Por isso, é essencial que o condomínio estabeleça algumas regras de boa convivência no regulamento interno, deixando claro o que é permitido ou não nas áreas comuns, como uso de coleira e focinheira, manutenção da higiene do pet, qual elevador está liberado para circular com ele, etc.

homem passeando com cachorro

Uma dica legal para reforçar essa convivência pacífica e que o condômino pode praticar em seu dia a dia é em relação ao “controle” dos latidos, por exemplo: o cachorro late, geralmente, para chamar a atenção, seja porque quer passear, comer ou porque quer companhia. Se você habituá-lo a gastar energia com frequência, diminui a ansiedade do animal e, consequentemente, seus latidos.

No fim das contas, o importante é que o dono do bicho de estimação esteja por dentro das regras e priorize o bom senso. Dessa forma, provavelmente não haverá problemas no condomínio.

LANDING-PAGES-600px_2-2

Continue reading

por-que-voce%cc%82-na%cc%83o-deve-negociar-um-imovel-sem-o-auxilio-de-um-corretor
Finanças

Por que você não deve negociar um imóvel sem o auxílio de um corretor?

Negociar um bem tão importante quanto o seu imóvel não pode ser feito de qualquer jeito. Além de ser um patrimônio valioso tanto do ponto de vista financeiro quanto do afetivo, é preciso conhecer algumas malícias do mercado e ser certeiro no aspecto burocrático da transação, moldando um perfil que a maioria das pessoas não tem simplesmente pela falta de experiência e porque elas não estudaram isso a fundo, como um corretor de imóveis estudou.

Diante de tantas informações irresponsáveis disponíveis na internet que incentivam a venda da casa ou apartamento sem o respaldo de uma imobiliária, as pessoas acabam se arriscando muito, pensando que estão “lucrando” com a situação por não precisarem pagar a taxa de comissão.

No entanto, é preciso encarar nesse valor não como um gasto desnecessário, e sim como um investimento: você está pagando para garantir uma negociação assertiva, vantajosa e com o mínimo de preocupações possível. Afinal, recapitulando: o corretor é especialista justamente em processar cada etapa da compra e venda com segurança.

Há várias outras desvantagens de não contratar uma imobiliária. Veja algumas:

Demora para vender o imóvel

O corretor conhece como ninguém técnicas funcionais de venda e se programa para divulgar e apresentar sua casa ou apartamento para possíveis clientes, o que certamente vai encurtar o caminho para a finalização da negociação. Além disso, o profissional investe em pesada divulgação para potenciais compradores.

Inabilidade para precificar o imóvel

Ninguém sabe tão bem quanto o corretor a forma correta de avaliar um imóvel, que deve seguir uma série de critérios que envolvem localização, estrutura, espaço e o próprio mercado imobiliário. Ao tentar precificar sozinho, você corre um sério risco de passar longe da média de valor e afugentar pessoas interessadas.    

Despreparo para o atendimento ideal

Saber conversar com as pessoas não é a mesma coisa que possuir a experiência e a prática de quem lida com isso todo dia, como o corretor. E um bom atendimento é crucial para fechar vendas. Por isso que é essencial contar com esse serviço da imobiliária, que possui as habilidades necessárias e garante toda segurança, além de cuidar de quaisquer detalhes e empecilhos.

Chances de ocorrer problemas com documentos

Novamente a experiência do corretor nesse ponto é de grande valia para que os contratos e documentação num geral estejam dentro dos conformes, reparando e evitando qualquer equívoco legal. Sem esse auxílio, é muito provável que você fique “perdido” entre os processos e acabe cometendo algum erro que ponha em risco a transação.  

Por isso, na hora de comprar ou vender um imóvel, conte com a equipe da Decisão Imóveis, 100% exclusiva para te atender 100% do tempo.

LANDING-PAGES-600px_2 (2)

 

Continue reading

4-vantagens-de-morar-no-bairro-funcionarios
qualidade de vida

4 vantagens de morar no bairro Funcionários

Para quem está procurando o bairro ideal para chamar de seu e fazer a mudança, uma dica: o Funcionários pode ser uma ótima escolha.

Se você gosta da região centro-sul de Belo Horizonte, mais um motivo para prestar atenção nos seus pontos altos. Inicialmente planejado para ser moradia dos funcionários públicos que chegavam à cidade em 1896, ele hoje é um bairro bastante privilegiado. Por isso, você só precisa de 4 motivos para querer ir para lá:

  1. Localização supervalorizada

Pertinho do centro de BH, o Funcionárias ainda conta com inúmeras vias de acesso que cortam o bairro e facilitam a passagem para outras regiões e avenidas badaladas, como a avenida do Contorno e a Afonso Pena.  

  1. Está coladinho com a Savassi

A Savassi, na verdade, era parte do Funcionários e só virou um bairro independente a partir de 2000. A Savassi ainda é, atualmente, uma das regiões mais valorizadas da capital mineira, famosa pelo seu charme, movimentação e excelente infraestrutura, que abrange restaurantes, boates, lojas e centros comerciais.

  1. Explosão comercial e cultural

Além de uma infinita variedade de supermercados, farmácias, restaurantes, bares, feiras e lojas, o Funcionários abriga o chamado Circuito Cultural Praça da Liberdade – na Praça da Liberdade, um dos cartões postais de Belo Horizonte –, que conta com atrações como o Museu Mineiro, o Centro de Arte Popular e a Biblioteca Pública Estadual Luiz Bessa.

  1. Imóveis de alto padrão

Além da qualidade de vida que esse bairro proporciona, o Funcionário possui muitos imóveis de alto padrão que também acabam atraindo a atenção de investidores e de boas oportunidades de negócios.

E sabe de uma outra boa notícia? A Decisão Imóveis está cheia de opções de imóveis lá para você escolher. Ou seja, pode investir sem medo o seu tempo no nosso site para acompanhar lançamentos e outras novidades, que sempre trazemos para você.

 

728x90

Continue reading

o-que-e-melhor-alugar-ou-comprar-um-imovel%ef%80%a5
Finanças

O QUE É MELHOR: ALUGAR OU COMPRAR UM IMÓVEL?

Esse é, sem dúvidas, um questionamento muito frequente e talvez um dos maiores dilemas dos brasileiros. Ou mesmo de quem quer sair da casa dos pais e morar sozinho.

Antes de tomar qualquer decisão, é preciso avaliar alguns pontos. Primeiramente, é possível comprar o imóvel que você deseja à vista, considerando que a maioria dos brasileiros não se compromete a guardar um montante de dinheiro mensal? Quanto ao financiamento, você tem consciência dos juros e da insegurança de perder o emprego, por exemplo, tendo que lidar com uma dívida alta? Em compensação, você considera “jogar dinheiro fora” o fato de morar de aluguel em um lugar que não é propriamente seu?

Para tentar responder a essas perguntas, continue lendo!

Vantagens de alugar um imóvel

  • Gastos menores quando comparamos com um financiamento ou consórcio
  • Facilidade de mobilidade e escolhas

Alugando um imóvel, é mais fácil escolher um lugar que você queira morar de acordo com as suas necessidades, como trânsito, proximidade com escolas, supermercados, etc.

Se precisar sair de lá por algum motivo, basta pagar o combinado em contrato e pronto, sem maiores problemas.

  • Possibilidade de poupar mais

Imaginemos que você não tem o valor necessário para pagar um apartamento à vista. Nesse caso, ao invés do financiamento, o aluguel oferece uma opção mais barata, uma vez que a parcela de um financiamento costuma ser maior. Com o que sobrar da diferença, você pode aplicar e fazer render o que tem.

NO ENTANTO:

Você está pagando por um bem que não é seu. Isso pode pesar na vida de alguns. Assim como estará fazendo reformas e melhorias que acabarão agregando valor para o proprietário, e não para você.

Além disso, reajustes no aluguel, a necessidade de contratar alguma modalidade de garantia (fiadores, seguro fiança ou título de capitalização) e a instabilidade de estar acomodado em um lugar que  pode não te atender a qualquer momento são realidades dessa escolha.

Vantagens de comprar um imóvel

  • Realização pessoal

Um dos maiores sonhos de qualquer pessoa é ter um lar para chamar de seu, certo? E realizá-lo pode ser uma das maiores satisfações na vida de alguém.

  • Adaptação, segurança e tranquilidade

Personalizar o imóvel com a sua cara, sem necessidade de autorização de qualquer pessoa, e ter aquela sensação de que ele é só seu também são fatores decisivos para escolher comprar ao invés de alugar.

Mas é importante lembrar que muitas pessoas fazem uma análise exclusivamente do ponto de vista financeiro. E nós sabemos que nem tudo pode ou deve ser decidido apenas levando isso em consideração, pois sonhos e outros fatores pessoais têm um valor emocional alto, que não pode ser calculado.

O que não pode acontecer é tomar decisões precipitadas. Falta de planejamento pode comprometer o orçamento doméstico e até a estabilidade dos laços familiares.

Portanto, mesmo que não haja uma resposta exata para a pergunta do título deste texto, a dica é: planeje-se, calcule seus gastos e seu rendimento, tenha foco e conquiste suas metas. Se precisar de qualquer ajuda, fale com a gente: os corretores da Decisão Imóveis estão à disposição para você tirar dúvidas, sem compromisso.

 

LANDING-PAGES-600px_2 (2)

Continue reading

cores-que-trazem-tranquilidade-para-a-sua-casa
Decoração

Cores que trazem tranquilidade para a sua casa

Nós convivemos com as cores 24h por dia. E, em geral, sentimos prazer com elas; afinal, nossos olhos necessitam das cores tanto quanto da luz. Já percebeu, por exemplo, como inconscientemente nos animamos quando o sol ilumina um céu que anteriormente estava nublado e cinza?  

Ou seja, as cores têm o poder de estimular, animar e relaxar. Porém, também têm de deprimir e irritar. Por isso é tão importante utilizar o tratamento delas no momento de pensar em como deixar os ambientes mais agradáveis: as tonalidades certamente irão influenciar tanto no aconchego da casa quanto no nosso estado emocional.  

O uso correto das cores pode:

  • Aumentar a eficiência das pessoas nas atividades domésticas ou de trabalho
  • Melhorar o humor
  • Reduzir ou aumentar a intensidade de luz no ambiente
  • Diminuir o esforço visual
  • Ampliar ou reduzir o tamanho do espaço
  • Aprimorar a impressão de conforto e segurança

Ou seja, na hora de escolher as cores ideais para decorar seu imóvel, identifique qual a sensação que você quer que o ambiente transmita. E se a sensação é positiva, bom para os visitantes e, principalmente, para os moradores, que constantemente estão em contato com os cômodos.

Veja agora quais são as cores mais apropriadas para construir um lar mais aconchegante e que passe tranquilidade:

AZUL

Essa cor, considerada fria, causa a sensação de profundidade no ambiente. Diferentemente do amarelo, que é estimulante, o azul está ligado à paz e serenidade e, segundo a cromoterapia, é uma cor sedativa e curativa.

O azul é comumente usado em quartos devido a essas características. Porém, deve-se ter cuidado, pois sua tonalidade mais escura pode tanto representar amplitude de ambiente quanto aumentar a sensação de tristeza e frio, consequentemente piorando o humor da pessoa. Prefira a sua tonalidade mais clara – mais alegre –, principalmente em lugares quentes.

VIOLETA

Também uma cor fria e uma ramificação do azul, a violeta está ligada à melancolia, misticismo e espiritualidade, estimulando nosso lado psíquico, a lucidez e o equilíbrio. É ideal para um ambiente voltado à meditação, por exemplo, pois inspira tranquilidade e relaxamento.

VERDE

Essa é uma cor de equilíbrio, se posicionando entre o claro e o escuro, entre o quente e o frio. Enquanto sua tonalidade mais clara traz uma sensação tranquilizante e até sedativa, a escura está mais voltada para a seriedade e segurança.

Quartos, salas e dormitórios podem ser beneficiados pela sua simbologia associada ao bem-estar, suavidade, frescor e saúde, mas o verde também cai muito bem em áreas externas. E o melhor: aceita com facilidade composições com outras cores.

MARROM

Aqui, o importante também é tomar cuidado com a tonalidade da cor: dê atenção a um marrom mais claro, que transforma as paredes em um ambiente acolhedor e confortável.

Para atividades que exigem concentração, por exemplo, como bibliotecas e home office, a cor é uma boa pedida.

CINZA

Mistura do branco com o preto, a cor cinza é considerada passiva e neutra, não interferindo consideravelmente nas sensações. Ela se tornou uma grande tendência na decoração por quebrar um pouco o branco e por ser bem empregada com outras cores. Mas, além disso, consegue dar vida ao ambiente, levando serenidade.

BRANCO

O branco é o resultado da junção de todos os matizes do espectro solar. Ou seja, do ponto de vista físico, é a soma de todas as cores.

Mas, para sua casa não ficar com cara de algo comum, você pode trabalhar o branco com outras cores, texturas e alguns tipos de madeira. Ele representa claridade e traz sensações relacionadas com a lucidez, paz, estabilidade, pureza e limpeza. Construa um ambiente pensando nisso e desfrute de um bom um remédio antiestresse.

Agora, uma dica: não é muito recomendado colorir cada cômodo da casa com uma cor diferente, para não desarmonizar. Por outro lado, também não é preciso deixar todos com a mesma tonalidade: basta encontrar um equilíbrio no conjunto.

Continue reading

Cadastre-se para receber nossos conteúdos:

Agradecemos sua inscrição!